Curiosidades Histórias e mais histórias Viaje comigo

Graceland: a casa de Elvis Presley

Graceland: a casa de Elvis Presley

Para quem não sabe, Graceland é o nome da propriedade onde fica a mansão do Elvis Presley, inclusive local de sua morte em 1977 e onde seu corpo está enterrado. Graceland  é mencionada no livro “1.000 lugares para conhecer antes de morrer” e tive a felicidade de visitá-la em outubro de 2012, quando meu marido me levou a Memphis, no estado do Tennessee.

Quando abrimos a porta da mansão e olhamos para a direita, vemos a sala conforme foto abaixo. Todos os móveis e decoração são mantidos exatamente iguais à época em que ele faleceu, em 1977. O que vemos é o que Elvis via.

Graceland

 

Na foto seguinte vemos a sala de jantar:

Graceland

 

Vejam agora a cozinha, exatamente como em 1977:

Graceland

Elvis transformou o “basement” (piso inferior) em duas salas: uma de TV e música, e outra de jogos. A que vemos nesta foto é a sala de jogos. As paredes são forradas por tecido. O aviso “please do not touch” (por favor não tocar) é cabível, pois se tenta deixar tudo da forma mais original possível, com o mínimo de retoques. A mesa tem, inclusive, um rasgo original que um dos amigos do Elvis fez jogando bilhar.

Graceland

Vejam o detalhe da cadeira que fica na “sala da selva” (Jungle Room) (uma das salas de Graceland; local em que Elvis gravou algumas músicas):

Graceland

Elvis serviu o Exército americano por 18 meses, quando já era famoso. Em seu retorno aos EUA, concedeu a seguinte entrevista (clique aqui para ver o vídeo no YouTube) no escritório do pai, dentro de Graceland. A foto que tirei é do escritório.

 

Graceland

Abaixo estou no Jardim da Meditação (“Meditation Garden”) que Elvis mandou construir quando ainda era vivo. Percebam a casa dele ao fundo. O Medidation Garden era seu um de seus lugares preferidos na casa. Os outros túmulos são do pai, mãe e avó. Há também uma plaquinha em memória ao irmão gêmeo de Elvis, que veio ao mundo pouco mais de 30 minutos antes dele, mas sem vida.

Graceland

Acabei de ler na Wikipedia que a cidade de Jaú, no estado de São Paulo, tem uma réplica da mansão Graceland. Muito legal! Também na Wikipedia li uma informação interessante: Elvis mantinha uma lista permanente com itens que não podiam faltar na cozinha. A lista incluía:

  • fresh, lean, unfrozen ground meat
  • one case regular Pepsi
  • one case orange drinks
  • rolls (hot rolls – Brown ‘n’ Serve)
  • at least 6 cans of biscuits
  • hamburger buns
  • pickles
  • potatoes and onions
  • assorted fresh fruits
  • cans of sauerkraut
  • wieners
  • at least three bottles each of milk and Half and Half.
  • thin, lean bacon
  • mustard
  • peanut butter
  • fresh, hand-squeezed cold orange juice
  • banana pudding (to be made fresh nightly)
  • ingredients for meat loaf and sauce
  • brownies (to be made fresh nightly)
  • ice cream – vanilla and chocolate
  • shredded coconut
  • fudge cookies
  • 3 packs each of Spearmint, Doublemint, and Juicy Fruit gum
  • cigars (El Producto Diamond Tips & El Producto Altas)
  • cigarettes
  • Dristan
  • Super Anahist
  • Contac
  • Sucrets (antibiotic red box)
  • Feenamint gum
  • matches (four to five books)

 

Compartilhe

You Might Also Like

6 Comments

  • Reply
    Alan Anderson
    14/09/2013 at 18:41

    Um ótimo post, Carolina, parabéns!
    Memphis é um dos lugares que ainda quero conhecer. Há quanto tempo moras nos U.S.A.?
    Abraços!
    Alan Anderson

  • Reply
    Maria Helena Crepaldi
    17/09/2013 at 21:03

    Ola Carolina, muito bem tiradas as suas fotos, fiz algumas tambem mas não ficaram como as suas. Visitei Graceland
    em 23 e 24/08 p.p., foi emocionante, a parte da mansão que mais me tocou foi o jardim da meditação, onde estão os corpos da mãe, pai, avó, irmão e dele, parecia que não queria sair dali, sabe quando voce fica paralizado, querendo entender, sem ação!!! Gostei do que vi e da maneira como se preserva a historia deste ídolo!

  • Reply
    Maria Helena Crepaldi
    17/09/2013 at 21:20

    Ola Carolina, muito bem elaboradas suas fotos, fiz algumas tambem, não ficaram tão boas quanto as suas, passei por Graceland em 23 e 24/08 p.p, muito emocionante, gostei do que vi. A parte da mansão que mais me tocou foi o jardim da meditação, onde estão os corpos dele e seus entes mais queridos, fiquei inerte, paralisado como se algo fosse acontecer, parecia que a qualquer momento ouvi-
    ria sua voz. Comentarios de Rosalindo Crepaldi

    • Reply
      Descobri a América
      18/09/2013 at 04:02

      Oi, Rosalindo! Realmente o lugar é mágico! Como a casa estava arrumadinha no mesmo estilo da época, dava a sensação de que ele chegaria a qualquer momento para jantar, tocar uma música ou apenas conversar no sofá. Interessante! Só estando lá para saber, não é mesmo? Abraços!

  • Reply
    Anônimo
    18/10/2013 at 14:33

    Legal, um dia ainda vou visitar Graceland.

  • Leave a Reply