Brasil

Viva a burocracia brasileira!

Deliciem-se com este diálogo meu com a atendente da Gol ainda há pouco. Viva a burocracia brasileira! Viva a Gol! Viva a Copa do Mundo! Tenho dó dos gringos que estão acostumados com o BOM SENSO… Vão chegar no Brasil e serem barrados por toda essa estupidez. “Não pode isso, não pode aquilo… Precisa de autorização do tio Lula e prima Dilma pra aquilo outro… Desculpe, não sei; são as regras da empresa”…

Gente, ambos Brasil e Estados Unidos são estados-membro do Conselho da OACI. A cadeirinha é feita e aprovada pelos Estados Unidos. A própria ANAC em seu website diz que o uso é permitido e ponto final. Aonde é que reside o bom senso em obrigar o indivíduo a comparecer pessoalmente ao aeroporto, com 20 dias de antecedência, pedir uma autorização por escrito, a qual ainda será válida apenas por um período? Aqui nos Estados Unidos, se a cadeirinha é aprovada, ela é aprovada inquestionavelmente através do selo que ela leva já de fábrica, e pelo seu período de validade (cadeirinhas de bebê/criança têm período de validade especificado nos selos que carregam). E se Brasil e Estados Unidos seguem as mesmas regras — regras da OACI — por que a Gol age de forma arbitrária e desarrazoada?

SITE DA INFRAERO:

SITE DA ANAC:

SITE DA OACI:

CERTIFICAÇÃO DA CADEIRINHA:

MANUAL DA CADEIRINHA:

Informação importante: ontem eu já havia feito um primeiro contato com a Gol e me informaram que usando a minha própria cadeirinha terei que pagar tarifa de criança, ou seja, 60% da tarifa de adulto; e que se eu quiser “pular” a autorização da ANAC eu posso usar a cadeirinha que a Gol oferece, mas para isso terei que pagar TARIFA DE ADULTO, VALOR CHEIO. Faz-me rir!!!!!!! A mesmíssima função da cadeirinha, a mesmíssima criança, mas tarifas diferentes dependendo da conveniência!
Boa Copa do Mundo pra vocês! Os gringos não vão entender nada! FUI!
Nova informação (07/06/14):
Em 07/03 abri uma “manifestação” no site da ANAC solicitando esclarecimentos. Até hoje (07/06/14) o status é o seguinte:

Análise eterna! 🙁


———

Nova informação (26/02/15):
Depois de muuuuitos meses (OITO) , a ANAC finalmente se manifestou! UFA! Ainda bem que eu tinha todo aquele tempo disponível, né? Hahahahahhaha
 
Mas depois da resposta da ANAC ainda tive que reabrir a manifestação porque a ANAC não informou como deve ser feita essa “pré-notificação, a quem entregar e no que ela implica. Também não encontrei o anexo que informaram. Estou aguardando!
 
::. Histórico Manifestação
Data Informação ao Usuário
Data Detalhamento
07/03/2014
Manifestação encaminhada à ANAC .
07/03/2014
Em Análise
07/03/2014
Em Análise
07/03/2014
Em Análise
07/03/2014
Em Análise
11/03/2014
Em Análise
18/09/2014
Em Análise
05/11/2014
Em Análise
05/11/2014
Prezada Senhora,

Em atendimento à sua solicitação, informamos que se pode levar a cadeirinha de bebê (até dois anos) no assento da cabine desde que caiba no acento do avião e seja certificada para o uso aeronáutico.

A utilização deste tipo de cadeira implica a reserva de um lugar e o pagamento da tarifa aplicada a uma criança (maior de 2 anos). É requerida pré-notificação antecipadamente (até 24 horas antes do seu voo).

Acrescentamos que, segue anexa a Normativa da ANAC contendo as informações solicitadas por Vossa Senhoria.

Atenciosamente,

Agência Nacional de Aviação Civil – ANAC

Compartilhe

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply