Ajudando ao Próximo

Como tirar fotos do seu quarto de hotel pode ajudar a combater o tráfico de pessoas

Tirar uma foto de dentro do seu quarto de hotel pode ajudar a proteger pessoas (principalmente crianças) do mundo inteiro.

O aplicativo TraffickCam permite aos viajantes enviar imagens de quartos de hotel do mundo todo. As imagens são comparadas com um banco de dados nacional americano usado pela polícia.

“Você informa o seu hotel e o número do quarto; tira 4 fotos e envia para o site”, disse Abby Stylianou, pesquisador da Universidade de Washington e desenvolvedor do TraffickCam. “E tais informações se tornam parte dos canais que os órgãos encarregados da aplicação da lei podem usar para rastrear onde as vítimas estão sendo traficadas.”

“Neste momento, há fotos postadas todos os dias. Centenas de imagens, em cada cidade ao redor dos Estados Unidos, publicadas on-line, que mostram as vítimas de tráfico em cima de camas em quartos de hotel”, disse Stylianou.

Fotos do hotel enviadas por viajantes vai permitir que a polícia faça uma busca no banco de dados para determinar onde as fotos de vítimas foram tiradas.

TraffickCam tem agora mais de 1,5 milhões de imagens de hotéis em todo o mundo, graças ao apoio do público.

A ideia do aplicativo nasceu de uma fusão de ideias entre pesquisadores da Universidade de Washington e da Exchange Initiative, uma organização sem fins lucrativos formada por Nix Conference & Meeting Management. Alguns anos atrás, a polícia procurou a ajuda da equipe da Nix para identificar o hotel específico em que uma vítima havia sido traficada.

“Foi uma foto que eles tiraram da Internet”, disse Molly Hackett, diretor da Nix. “Uma das meninas em nosso escritório sabia exatamente o que era.”

A Exchange Initiative criou o aplicativo, o qual Hackett disse ser amplamente utilizado por sua equipe. Mas o uso do aplicativo não se limita à linha de trabalho dela.

“É ótimo que os cidadãos comuns possam fazer coisas cotidianas como tirar uma foto e ainda ajudar a impedir o tráfico sexual”, acrescentou Hackett.

A Internet facilitou a ação dos criminosos envolvidos no tráfico sexual e exploração de crianças, disse o Sargento Adam Kavanaugh da Polícia do Condado de St. Louis. Kavanaugh é o vice-comandante da Força-Tarefa de Crimes de Internet contra Crianças do Missouri (Missouri Internet Crimes Against Children Task Force).

Ele disse que detetives estão percebendo um aumento em vítimas mais jovens.

“Quando falamos com as meninas com as quais lidamos, a maioria delas diz ter começado aos 13, 14 anos de idade. E a maioria delas foi abusada sexualmente quando criança”, disse ele.

Ele disse que está otimista e que a nova ferramenta tecnológica fará a diferença.

“Eu acho que vai ser crucial para nos ajudar a identificar não apenas onde eles estão agora, mas onde eles têm estado; isso é algo que precisamos, pois ajuda na promoção da ação penal”.

TraffickCam é gratuito e está disponível para dispositivos de iPhone, iPads e Android.

Fonte: CBS 6

quarto de hotel

Compartilhe

You Might Also Like

No Comments

Leave a Reply