Cidades americanas Texas

Como é morar em Houston, Texas

AVISO: NESTE BLOG NÃO APOIAMOS E NEM DISCUTIMOS QUALQUER TIPO DE SITUAÇÃO ILEGAL DE ESTRANGEIROS NOS ESTADOS UNIDOS.


Houston é uma cidade que fica no Condado de Harris, estado do Texas. Em julho de 2015, Houston contava com 2.296.224 habitantes segundo o United States Census Bureau, sendo a mais populosa no Texas e a terceira mais populosa nos Estados Unidos.

Houston

A médica veterinária brasileira Stephanie morou em Houston por 10 meses, tendo recentemente se mudado com o marido para em Chicago (Illinois). É ela quem vai nos contar como era a vida por lá.


Houston, Texas

Meu nome é Stephanie, tenho 33 anos e moro nos Estados Unidos há 1 ano e 2 meses. Quando vim pra cá morei em Houston,Texas e há 4 meses moro em Chicago, Illinois. A razão da minha vinda para os Estados Unidos foi meu marido. Ele possui 3 nacionalidades; a brasileira (nascimento), a americana (ele mora nos EUA desde os 4 anos de idade) e a turca (como os pais dele nasceram na Turquia, ele também ganhou a nacionalidade Turca). Por conta desse ambiente “internacional” que temos na nossa casa pode ser que minhas experiências sejam um pouco diferentes das outras pessoas.

Eu sou Médica Veterinária e no Brasil trabalhava em uma multinacional que produz medicamentos e vacinas para animais. Para atuar como veterinária nos EUA é preciso fazer a validação de diploma, que consiste em prova de inglês (TOEFL), provas teóricas e práticas de veterinária. No momento eu estou estudando e trabalhando no departamento de cirurgia em um hospital veterinário. Apesar de ainda não poder clinicar, o fato de já estar inserida na minha área me deixa ainda mais motivada para seguir em frente com os estudos. Minha família, amigos, esposo e a família dele – que agora é minha também – dão aquela força moral pra não desistir desse longo processo de re-qualificação profissional que tira qualquer um do sério.

Muita gente sonha em vir morar nos Estados Unidos, mas esse nunca foi um sonho para mim. Eu realizei a minha vontade de ter uma experiência no exterior logo após terminar minha faculdade, quando fui estagiar na Dinamarca. Por quase dois anos morei em um dos países mais desenvolvidos do mundo e pude ver no dia-a-dia as diferenças com o Brasil. Quando a gente se muda para um país novo é normal fazer comparações, mas acho importante deixar isso um pouco de lado para tentar conhecer o novo país. E foi isso o que eu fiz ao chegar aqui. Aos poucos fui tentando entender as diferenças; passei a ler diariamente os jornais, peguei livros na biblioteca e conversei bastante com as pessoas daqui. Não tive problemas para me adaptar ao país; meu marido sempre conversou e explicou como as coisas são nos EUA e eu já falava Inglês quando vim pra cá, o que ajudou bastante também. Para mim, as grande diferença entre Brasil e EUA é a questão de segurança. É muito boa a sensação de andar nas ruas ou de carro e não ter que se preocupar que alguém pode roubar seu celular ou bolsa a qualquer momento.

Antes de vir para os EUA eu não tinha opinião sobre os americanos, mas agora que moro aqui, diria que, em geral, os americanos são educados e bastante trabalhadores. Minha única crítica talvez seja que, muitas vezes, o americano ‘típico’ tem pouco ou nenhum conhecimento do que acontece ao redor do mundo. É bem difícil encontrar um americano globalizado, que saiba sobre a cultura e história de outros países. Por exemplo, vários colegas de trabalho ficaram surpresos quando eu disse que morava em uma cidade tão grande como Chicago. Por algum motivo eles achavam que no Brasil as cidades não eram grandes. E eu não estou falando de pessoas que não estudaram; estou falando de pessoas que fizeram faculdade. Agora com as olimpíadas tudo o que falam é sobre a violência no Brasil, sujeira, zica e qualquer outra coisa que a TV ou jornais falarem. É um trabalho quase diário ter que explicar nossos problemas para eles e lembra-los que eles também têm sérios problemas. Não existe país perfeito, infelizmente.

Amei meu tempo morando em Houston e estou amando morar em Chicago, acho que posso dizer que tenho o coração dividido. Houston é uma cidade grande, mas bem organizada e limpa. É uma cidade comum, com algumas atrações turísticas e museus, mas nada que traga gente de outros países para vir apenas a turismo. Uma das coisas boas de Houston é que o custo de vida é bem baixo se você comparar com outras cidades dos EUA, entre elas Chicago, onde moro atualmente. Mas em compensação, é quase obrigatório ter carro. Existe transporte público (ônibus e tram), mas não é possível ir a todos os lugares e muitas vezes são necessárias várias baldiações até chegar no destino. Isso faz com que as pessoas usem carro como principal meio de transporte. Nos horários de pico o trânsito pode ser bem intenso, principalmente pra quem vem dos suburbios para Downtown.

Houston é bastante internacional e isso foi a primeira coisa que me atraiu na cidade. Em geral as pessoas vêm a trabalho, seja por causa da indústria de oléo e gás ou para trabalhar no medical center, que é um dos melhores dos Estados Unidos. Muita gente também vem para estudar (Mestrado/PhD) ou pra fazer residência nos hospitais do medical center. No geral, diria que o pessoal tem um nível de escolaridade mais alto. Muitas famílias moram nos subúrbios, mas existem alguns bairros dentro de Houston com boas escolas, como West University e Rice Village.

O clima durante o ano é em geral bom; outono e inverno são para mim as melhores estações porque o clima é mais fresco. Durante a primavera temos alguns dias com bastante chuva e a cidade sempre tem problemas com inundações quando chove, o que é bem desagradável. O verão é extremamente quente e chega a ser desagradável para mim; eu prefiro temperaturas mais baixas.

Aos finais de semana, meus programas dependiam do clima. Durante o outono e inverno a gente costumava ir aos parques (Memorial Park e Hermann Park) fazer caminhadas ou praticar esportes. No verão, o melhor programa é pegar estrada e ir para Galveston ou alguma outra praia pra poder se refrescar. Outros programas que eu gostava de fazer é ir ao teatro (que sempre tem programações legais) ou a algum dos milhares de restaurantes espalhados pela cidade; é possível encontrar comida de qualquer país em Houston. Meus lugares favoritos na cidade são Hermann Park e Rice Village (um bairro com um centro comercial super fofo cheio de lojas e restaurantes); o Museum District, bairro onde concentra a maior parte dos museus da cidade, é bem interessante e o Museu de Belas Artes é o meu favorito.

Após alguns meses morando em Houston, através da comunidade do Facebook, conheci algumas brasileiras e foi bem legal ter nosso clube da luluzinha. Nos encontramos várias vezes, inclusive levando os maridos a tira colo. Aliás, o que mais sinto falta de Houston são justamente dos amigos que fiz lá. Não somente os brasileiros, mas os americanos e os de outras nacionalidades também.

É bem fácil encontrar produtos brasileiros em Houston. Nunca fui a um “mercadinho brasileiro” porque não procurei, mas encontrava tudo o que queria nos supermercados. Existe um supermercado chamado Fiesta Mart que vende várias marcas que encontramos no brasil. No Central Market, outro supermercado, sempre tem nosso amado pão de queijo. Nunca fui em um restaurante brasileiro em Houston, mas tem o Empório Brazilian Cafe e Fogo de Chão, além de outros menores.

Do Brasil, o que sinto falta mesmo é da minha família e dos amigos. Acho que com o tempo a gente se adapta a tudo, mas é difícil se adaptar a falar com a família somente pelo Skype, Facebook, WhatsApp e Facetime. Tem dias que a gente quer mesmo é estar junto, sem precisar falar nada. Eu já me viro bem e já aceitei que daqui pra frente será assim, mas isso não significa que não sinta saudade. Não sei se voltaria a morar no Brasil pois agora a minha vida está se estabilizando por aqui, mas não descarto a possibilidade. Estou aberta a mudanças.

As pessoas dizem que se conselho fosse bom, a gente vendia. Mas se alguém me pedisse conselhos sobre morar em Houston ou nos Estados Unidos, eu diria para estudar e se preparar para a mudança da melhor forma possível. Aprender inglês é essencial para se integrar; dominando o inglês muitas portas se abrem, seja para amizades ou trabalho. Outra coisa que pra mim é importante é realmente aprender sobre o país. Vejo que muita gente vem aos Estados Unidos com uma ideia completamente equivocada de como as coisas funcionam por aqui; é importante conhecer as leis e como funcionam coisas básicas como sistema de saúde e educação.

Com todos os problemas que o Brasil vem enfrentando é natural as pessoas quererem mudar pra outro país e muitas vezes os EUA é a primeira opção. Na minha opinião, os EUA pode sim oferecer uma vida melhor para muitas pessoas mas não é tão simples e fácil. Quando alguém me pede ajuda, sempre digo pra procurar fontes oficiais e tomar cuidado com qualquer coisa que sugira que o processo de imigração é fácil, pois não é. No meu blog, Vida de Estrangeira, eu falo como é a minha vida de imigrante aqui; gosto de escrever sobre fatos do meu dia a dia, sobre assuntos relacionados à imigração (trabalho, estudo, etc), adaptação aos EUA, lugares que visito e viagens. É quase como um diário, que comecei a escrever pouco depois de ficar noiva e decidir que iria mesmo imigrar.

Stephanie

 

Houston

Houston

Houston

Houston

 

Conheça outras cidades americanas:

Compartilhe

You Might Also Like

10 Comments

  • Reply
    Como é morar em Silver Spring, Maryland | Descobri a América!
    28/08/2016 at 13:23

    […] Como é morar em Houston, estado do Texas […]

  • Reply
    Como é morar em Las Vegas, Nevada | Descobri a América!
    31/08/2016 at 00:20

    […] Como é morar em Houston, estado do Texas […]

  • Reply
    Como é morar em Lincoln, Illinois | Descobri a América!
    31/08/2016 at 00:21

    […] Como é morar em Houston, estado do Texas […]

  • Reply
    Quero morar nos Estados Unidos | Descobri a América!
    08/09/2016 at 00:14

    […] “As pessoas dizem que se conselho fosse bom, a gente vendia. Mas se alguém me pedisse conselhos sobre morar em Houston ou nos Estados Unidos, eu diria para estudar e se preparar para a mudança da melhor forma possível. Aprender inglês é essencial para se integrar; dominando o inglês muitas portas se abrem, seja para amizades ou trabalho. Outra coisa que pra mim é importante é realmente aprender sobre o país. Vejo que muita gente vem aos Estados Unidos com uma ideia completamente equivocada de como as coisas funcionam por aqui; é importante conhecer as leis e como funcionam coisas básicas como sistema de saúde e educação. Com todos os problemas que o Brasil vem enfrentando é natural as pessoas quererem mudar pra outro país e muitas vezes os EUA é a primeira opção. Na minha opinião, os EUA pode sim oferecer uma vida melhor para muitas pessoas mas não é tão simples e fácil. Quando alguém me pede ajuda, sempre digo pra procurar fontes oficiais e tomar cuidado com qualquer coisa que sugira que o processo de imigração é fácil, pois não é.” (Stephanie – Houston, Texas) […]

  • Reply
    Como é morar em Miami, Flórida | Descobri a América!
    13/09/2016 at 13:27

    […] Como é morar em Houston, estado do Texas […]

  • Reply
    Como é morar em Richmond, Virgínia | Descobri a América!
    13/09/2016 at 13:28

    […] Como é morar em Houston, estado do Texas […]

  • Reply
    Como é morar em Austin, Texas | Descobri a América!
    13/09/2016 at 14:32

    […] Como é morar em Houston, estado do Texas […]

  • Reply
    Como é morar em Dallas, Texas | Descobri a América!
    13/09/2016 at 22:12

    […] Como é morar em Houston, estado do Texas […]

  • Reply
    Entrevista para o blog Descobri a América | Vida de Estrangeira
    03/10/2016 at 09:12

    […] completamente de contar para vocês que dei uma entrevista para o blog Descobri a América. A Carol, autora do blog, escreve principalmente sobre a vida aqui nos EUA e dá dicas super legais […]

  • Reply
    Como é morar em Commack, New York | Descobri a América!
    21/03/2017 at 23:53

    […] Como é morar em Houston, estado do Texas […]

  • Leave a Reply