Ajudando ao Próximo Histórias e mais histórias

Pequenas coisas, grandes gestos

Sumi. Ando exausta. Há poucos dias tive que chamar a polícia aqui em casa porque, ao que tudo indica, estamos sendo sondados com intenções de roubo. Não vou entrar em detalhes agora, mas prometo contar em outro post. Resumindo, a semana foi um pouco mais estressante do que o normal.

Hoje acordei cedo e fui fazer um zilhão de coisas na rua, conseguindo almoçar apenas um cachorro-quente no Costco. Um filho correndo e o outro em meu colo, cansado, irritado, reclamando. Enquanto vigio o primeiro e peço para ele retornar à mesa, o segundo pega o meu cachorro-quente inteiro e joga no chão, não sem antes sujar toda a minha roupa. Coloco a mão na testa, abaixo a cabeça, respiro. Ao levantar a cabeça, uma mulher de talvez uns 40 anos que apareceu do nada olha pra mim e diz: “Não se preocupe, vou comprar outro pra você”. Fiquei até com vergonha e respondi: “Não, não precisa. Está tudo bem”, mas logo a perdi de vista. Em poucos minutos ela volta com um novo cachorro-quente em mãos: “Aqui está. Não se preocupe. Tenho 3 filhos e sei muito bem como é estar no Costco com crianças. Fique tranquila, sei o que está passando”. São pequenas atitudes que parecem uma forma de Deus te lembrar: “Estou aqui”. É como se fosse um abraço invisível.

Quando cheguei em casa, li uma outra história positiva que está sendo contada de forma viral na Internet. Kasey Simmons, 32 anos, estava no mercado Kroger quando viu uma senhora um tanto triste e desanimada. As pessoas passavam por ela e não davam bola. Sem saber o motivo da tristeza, Kasey abordou a mulher com palavras positivas e até pagou a conta dela, 17 dólares.

Kasey é garçom no Applebee’s da área de Dallas, Texas. Depois desse acontecimento no Kroger, ele atendeu uma moça que pediu o item mais barato do cardápio, uma água com sabor. A conta foi de 37 centavos de dólar, mas a gorjeta foi de 500 dólares (!!!!!!). Junto, havia um bilhete que agradecia e explicava: “Num dos dias mais deprimentes do ano… você fez com que o dia dela fosse maravilhoso! Você insistiu em pagar, disse que ela era uma mulher linda. Eu não via a minha mãe sorrir daquele jeito desde que meu pai morreu”. O bilhete ainda descrevia como aquele dia estava sendo difícil para a mãe dela, que tentava fazer as atividades normais do dia ao mesmo tempo em que enfrentava a realidade do terceiro aniversário da morte do marido. Ao que tudo indica, a gorjeta foi dada em forma de agradecimento pela filha da mulher que Kasey ajudou no Kroger.

“Foi apenas 17 dólares, mas a questão não é o dinheiro. Trata-se de mostrar a alguém que você se importa.” (Kasey Simmons)

Foi isso o que a moça que comprou um novo cachorro-quente fez hoje por mim. No meio de toda a confusão e de todo o estresse que tenho passado nos últimos dias, ela apareceu para me dizer: “Eu me importo.”

Pequenas coisas, gestos aparentemente simples mas de grandeza espiritual, podem fazer um impacto enorme na vida das pessoas. Você já impactou positivamente a vida de alguém hoje?

pequenas coisaspequenas coisas

Compartilhe

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply
    Aline
    22/08/2016 at 16:10

    Qta história linda, Carol! Sinto mto q esteja passando por esse estresse… Pior ainda qdo sente-se observada…
    Q bom q existem pessoas que ainda se importam!
    Bjs!

  • Reply
    Vanessa Pazetti
    26/01/2017 at 07:10

    Amei! Fiquei emocionada! Obrigada.. comecei de forma positiva o meu dia. Obrigada

  • Leave a Reply