Histórias e mais histórias

Deus agindo em minha vida

Hoje levei o maior susto do mundo, talvez desde um trágico acidente que sofri na década de 80. Meu marido foi para North Carolina passar um dia na casa de verão da família, para então seguir em direção ao Tennessee e participar de um treinamento do trabalho. Ele levava em nosso trailer um buggy, marca Yamma Buggy, que havia comprado em péssimas condições, passado meses consertando e agora, que estava “top shape”, levava para a casa de verão.

A viagem à North Carolina foi tranquila. Nos falamos por diversas vezes, inclusive depois de ele ter chegado na casa. Quando eu já estava na cama para dormir, às 22h00, mandei uma mensagem de boa noite, mas não recebi resposta. Achei que ele já estivesse dormindo. Mas às 22h30 recebi uma ligação da minha sogra, que está na casa da minha cunhada no estado de Michigan. Graças a Deus foi ela a me dar a notícia, com calma e me tranquilizando. “Scott estava andando com o buggy com um amigo quando passou por cima de algum pedaço de árvore e perdeu o controle do veículo, capotando algumas vezes e caindo ribanceira abaixo. O amigo dele nada sofreu, mas ele ficou desacordado. O socorro chegou e ele conseguiu se comunicar brevemente num dos raros momentos em que recobrava a consciência, dizendo nome e data de nascimento. Os socorristas disseram que ele está bem, mas que sofreu um trauma na cabeça e precisou ser levado de helicóptero a um hospital no estado do Tennessee.”

Meu mundo caiu. Eu, aqui sozinha com as crianças por vários dias, os sogros em Michigan, o marido acidentado no Tennessee, um treinamento do trabalho esperando por ele durante a semana. Meu filho mais velho estava ao meu lado e eu precisava ser discreta e manter a calma, o que consegui fazer. Mas por dentro, era uma mistura de oração, de raiva do buggy que eu não gostava porque achava perigoso (mas evitava falar), de sentimento de não poder fazer nada a não ser esperar. Nem no hospital eu podia ligar porque ele ainda estava em trânsito, voando até lá. O celular dele estava desligado e eu acreditava que ele havia perdido o aparelho no acidente, ou seja, como entrar em contato?

Desliguei o telefone com a sogra e o socorrista de North Carolina me ligou e relatou a mesma história. Disse que ele estava bem, que precisou ser levado ao hospital para exames porque havia sofrido um trauma na cabeça. Até aí eu não sabia a extensão do trauma, porque qualquer batida de cabeça a pessoa é levada ao hospital para exames e observação. Em 2007, em São Paulo, acordei no meio da madrugada para ir ao banheiro, tropecei no pé da cama e caí de cabeça no chão, aliás, de cara no chão. Cortei a boca, mas me sentia bem. Mesmo assim a ambulância veio e me levou ao hospital, onde fiquei por dois dias em observação. Seria esse o caso do meu marido? Seria uma coisa boba e preventiva ou algo mais grave? Não havia como saber.

Esperei dar meia-noite e meia e liguei no hospital. Ele ainda estava no pronto-socorro, mas não poderiam me dar informações por questões de confidencialidade (mesmo eu sendo a esposa dele). Para não me deixarem no vazio, apenas falaram que ele estava bem e passaria por exames. Pedi pra falar com ele, pegaram o número do meu telefone e disseram que se houvesse um telefone móvel disponível, me ligariam e repassariam para que ele falasse comigo.

A ligação não chegava. Me ajoelhei. Orei. Coloquei as minhas mãos em posição de cura e pedi com todas as minhas forças que a cura de qualquer trauma ou sequela fosse feita naquele momento. Fui incisiva e ali coloquei toda a minha fé.

Me deitei, mas o sono não vinha. Tentei me distrair com Facebook, Instagram… mas nada fazia sentido. Abri o Pinterest e procurei por “Faith in God”. E Ele, como em todos os momentos difíceis da minha vida, não me decepcionou:

“Se você está orando, Deus está trabalhando.”

 

Conforto certeiro ao meu coração. Enquanto estamos pedindo, Deus já está trabalhando em nosso pedido.

Somente às 5h00 consegui fechar os olhos, que já se abriram às 7h45, quando imediatamente liguei para o hospital. Não havia registros do nome dele. Pedi para passarem para o pronto-socorro, mas também não encontravam o nome. Falei: “Não é possível! Há poucas horas liguei e ele estava no pronto-socorro. Foi um acidente de buggy”. A telefonista então lembrou do caso e foi checar a ficha. Disse que ele havia sido dispensado às 2h40. Uma mistura de emoções me tomou o coração, principalmente de alívio. Mas então perguntei: “E como é que ele voltou para North Carolina?”, e ela respondeu que ouviu dizer que chamaram um táxi para North Carolina e que poderia ser ele. Apenas para terem uma ideia de localização, a distância aproximada entre o hospital e a casa é de uma hora e meia, mais ou menos.

Ufa! Ele já estava na casa de verão! Mas eu não poderia ligar, afinal, ele estava sem celular e o telefone residencial não estava funcionando. Eu também não ligaria, pois ele poderia estar dormindo. Mandei mensagens que ele poderia ler do computador quando acordasse. Às 10h13 recebi resposta: “I love you too”. Glória a Deus!

Depois eu soube de mais detalhes. Scott não se lembra do acidente. Lembra que usava o cinto de segurança e atingiu um pedaço de árvore. Depois disso, as lembranças são muito vagas, pois ficou perdia a consciência constantemente. O buggy caiu em cima dele. Ficou desacordado. Quando o socorro chegou, lembra que conseguiu falar ao socorrista qual era o seu nome e data de nascimento, mais nada. Tem vaga noção sobre ter sido levado de helicóptero e que pessoas tentavam mantê-lo acordado. Lembra que cortaram suas roupas. Sabe que acordou num hospital, mas como num sonho. Quando deram alta, chamaram um táxi; deu o endereço ao taxista, que não sabia onde ficava. “É em North Carolina”, disse Scott. “North Carolina? Mas estamos no Tennessee!”. Ele nem sabia que estava em outro estado! Teve uma concussão, levou pontos na cabeça, duas vértebras fraturadas, cortes na língua e outros espalhadas pelo corpo, hematomas variados, além de dores no corpo, principalmente nas costas.

Detalhe interessante: o hospital pagou o táxi. O taxista explicou que a quantia não será cobrada do seguro-saúde, pois o hospital tem um fundo para situações como a do Scott em que o paciente não tem como voltar para casa. Mesmo a viagem dele tendo sido de uma hora e meia, duas horas.

Enfim, poderia ter sido muito pior. Mas hoje Deus me provou, mais uma vez, que não estou sozinha. Em TODOS os momentos está comigo e bem à frente das minhas necessidades.

Sou de escrever pouco no meu perfil no Facebook, mas em fevereiro de 2012 postei:

“Porque de verdade, só podemos contar com Deus. É o único que não nos abandona, não esquece nosso aniversário, fica ao nosso lado até pegarmos no sono, cuida da nossa casa quando estamos ausentes, prepara a refeição que comeremos no dia, nos leva a salvo a nossos destinos… E Deus está em nós, por isso nunca somos sozinhos.”

Scott está bem, dentro do possível. Só tenho a agradecer pela vida do meu marido, pai dos meus filhos, o homem pelo qual me apaixonei, me fez mudar de país, me ensinou a amar a América e com quem quero passar o resto da minha vida. Scott, eu te amo! Você é meu sonho transformado em realidade. Foi o universo quem te trouxe para perto de mim, e assim ficaremos. Te esperamos em casa com todo o amor do mundo. Love, your Vitamin C.

 

 

ATUALIZAÇÃO – 2 DE ABRIL DE 2016:

Em nome da minha família, agradeço o carinho e suporte de todas as pessoas que deixaram seus comentários abaixo. Foram muito importantes para meu marido, mas acho que principalmente para mim, que praticamente fui deixada no vazio, sem informações precisas, por uns bons dias. Acho que demorou a semana toda para que montássemos o quebra-cabeças e descobrir o que aconteceu (e até agora não sabemos) e o real estado de saúde do Scott. As lesões nas vértebras, para quem entende, foram “processos de fratura transversa direito L2 e L3”. Pelo que minha cunhada (fisioterapeuta) me explicou, foram fraturas nas “asas” das vértebras. Fraturas exteriores, o que é menos pior. Quanto mais para “dentro” for a fratura, maiores os danos, podendo chegar até a uma paraplegia. Me corrijam os profissionais de saúde se eu estiver falando besteira, mas foi o que entendi.

Enfim, meu propósito aqui é agradecer profundamente aqueles que, em respeito à minha família, conhecendo ou não o Scott pessoalmente, deixaram comentários e emitiram energia positiva.

Ele já está em casa, gente! E está sendo muito mimado, claro.

A vida nos dá cada susto!… São lembretes de que devemos apreciar o dia de hoje, amar mais, perdoar mais, deixar de querer vencer uma discussão, passar mais tempo juntos, construir mais memórias… Pois, no final, são apenas as memórias e o amor que ficam. Não sabemos o dia de amanhã. Agradeçamos todos os dias pela oportunidade do hoje.

Deus abençoe a todos pelo amor e preocupação. O que importa é saber que há quem se importa.

Um beijo grande e VIVA A VIDA!

Carol

Compartilhe

You Might Also Like

27 Comments

  • Reply
    Ana Paula Almeida
    25/03/2017 at 15:36

    Que susto! Graças a Deus agora está tudo bem com vocês! Um grande beijo – Ana

  • Reply
    Em Gibb
    25/03/2017 at 15:53

    Scott,

    Keeping you in my thoughts and prayers and sending you so much healing white light and love. When you are feeling up to it, reach out. I hate that I no longer live in GA or I would have been at the hospital for you, as well as for Carolina and the boys. I will never forget how you took me under your wing and helped me to heal so many years ago; you are such an amazing friend. Please let me know if I can do anything for you or your family.

    Love,
    Em

  • Reply
    Lidiane
    25/03/2017 at 16:04

    Nossa Carol!!!! Realmente q susto!!!!Ficamos feliz q o Scott esteja bem! Realmente Deus é maior q tudo e te devolveu o Scott a salvo! Melhoras a ele e q toda a recuperação seja a melhor possível! Super bjo a família ! Amigos do Brasil ❤

  • Reply
    Ercilia
    25/03/2017 at 16:10

    Graças a Deus,
    Scott está bem,
    que Ele esteja sempre iluminando, protegendo voce e sua linda e amorosa família.
    Nos amamos vocês!

  • Reply
    Felipe
    25/03/2017 at 16:24

    Carol, Scott and boys – the life might bring us some bumps, but with faith and love you can overcome anything! I’m glad to hear Scott is recovering and healing well! Accidents do happen and are never fun to handle, but we gotta see the positive side of things – a beautifiul and lovely family awaits for you at home and still have you as one of their rocks! God is in control and there are no better hands to help us stand up when we fall! Get better soon!

  • Reply
    Leila
    25/03/2017 at 16:25

    Thanks God Scott is already out of hospital! May God bless you guys and your beautiful family.

  • Reply
    Maria Luiza
    25/03/2017 at 16:52

    Que susto! O importante agora é agradecer por poder voltar para casa e para seus filhos! Boa recuperação!

  • Reply
    Glayds Abreu Skogmar
    25/03/2017 at 17:13

    Carol, sorry to hear about it, it was scare and it tales sometimes to feel ok but as you wrote God protects your husband and your family in all moments! This only shows what matter is love. Stay well and close together these days. Take care, hugs from Brasil

  • Reply
    Junia Ferreira
    25/03/2017 at 17:26

    Scott, Deus sempre agindo em nossas vidas, mesmo quando não esperamos. Acredite, confie sempre. God bless you!!

  • Reply
    Ana Taylor
    25/03/2017 at 17:31

    You are absolutely right, carol … God is the only one in control, and he was there, with your husband, when he fell off the buggy. Aside from being His son he is also a veteran ( sooo much respect for him 🇺🇸🙏🏻) – God wouldn’t leave alone any of His bravest men). Glad he is coming home to his beautiful wife and adorable boys. 😘

  • Reply
    Ana Taylor
    25/03/2017 at 18:00

    Note : Scott, thanks for your service and thanks for being everything my dear friend Carol described you to be! She is a keeper, and what a beautiful family you guys are!

  • Reply
    Dani
    25/03/2017 at 18:15

    Carol e Scott, graças a Deus tudo está bem. Continuem confiando nele, pois ele nunca falta e isso foi mais uma prova de sua existência. Bjos e que Deus continue agindo em suas vidas.

  • Reply
    Paula Gomes Nemoto
    25/03/2017 at 18:26

    Carol e Scott,
    Deus sempre está conosco nas horas de alegrias e principalmente nas horas em que pensamos estar sozinhos! Fico muito feliz em saber que não foi muito grave e espero que se recupere logo! O que precisarem pode contar comigo!
    Um forte abraço
    Paula

  • Reply
    Melissa Possani
    25/03/2017 at 18:38

    Scott, acidentes acontecem com muitos, porém são poucos que tem a felicidade de sair ilesos…. é a mão de Deus agindo em prol de vc e de sua família! Graças a Deus foi só um susto. Imagino para vc Carol, como deve ter sido essas horas, sozinha, olhando para as crianças e sem notícias. Mas Deus é maravilhoso, passou logo… agora é só agradecer e recuperar o susto. Um grande de bj!

  • Reply
    Dena
    25/03/2017 at 20:24

    Thinking of you! sending well wishes your way!!!

    • Reply
      Dena
      25/03/2017 at 20:26

      May you feel stronger in every way and feel God’s peace every day!

  • Reply
    Gabriela Ferreira
    25/03/2017 at 20:45

    Scott, we’re praying for your recovery. God is in control, taking care of all the details.
    “So do not fear, for I am with you;
    do not be dismayed, for I am your God.
    I will strengthen you and help you;
    I will uphold you with my righteous right hand.” Isaiah 41:10

    Luli, estamos na torcida pela breve recuperação! Amamos vocês 💓

  • Reply
    Luísa
    25/03/2017 at 23:18

    Carol, nossa… que susto!…
    Li cada linha com o coração batendo forte.
    Realmente, só Deus para gerar os milagres e bênçãos em nossas vidas. Você é a prova viva disso.
    Boa recuperação para o seu marido e “keep the faith!”.
    Beijos e conte com as minhas orações.

  • Reply
    Flaviana
    26/03/2017 at 00:44

    Scott que Deus continue te abençoando e cuidando de vc.
    Fico feliz de saber que foi só um susto e já passou
    Boa recuperação é que logo vc esteja em casa na cia das pessoas que te amam

    Bj

  • Reply
    Fabrício Costa de Assunção
    26/03/2017 at 08:22

    Carol, Thanks God that’s everything okay With Scott, you and the childrens Christian and Nicholas!!! I have Scott and all of you in my daily Prayer!!!!

    I’m jewish, and our faith is that everthing is God!!!!! I’m totally sure that his Angels were caring Scott and now are protecting all of you!!!!!!

    I leave a wonderfull, powerfull and universal prayer for you! “Mi Shebeirach”, a healing Prayer!!!!!!!

    These comforting words can be said on behalf of those who are ill. Whether friends or loved ones are struggling with physical, emotional or spiritual challenges, this prayer speaks to our desire for their healing …

    “May the one who blessed our ancestors, Abraham, Isaac and Jacob, Sarah, Rebecca, Rachel and Leah, bless and heal those
    who are ill “SCOTT”. May the Blessed Holy One be filled with compassion for their health to be restored and their strength to be revived. May God swiftly send them a complete renewal of body and spirit, and let us say, Amen”

    God bless you!!!!!!!!! Fabrício, Lidiane, Bella & Benjamin ש

  • Reply
    Dora
    26/03/2017 at 09:51

    Gratidão à Vida por cuidar e proteger toda minha família.
    Que qualquer adversidade tenha sempre um caráter de fortalecimento interior.
    Que Deus continue cuidando e abençoando você Scott. Amo vocês!

  • Reply
    Vivian
    26/03/2017 at 11:32

    Get well soon, Scott. You have a wonderful wife and kids waiting for you. Hugs from Brazil!!

  • Reply
    Fabia
    26/03/2017 at 14:08

    Graças a Deus tudo passou e foi só um enorme susto!
    Força ai Carol!
    Qquer coisa que precisar estamos aqui!
    Bj bj

  • Reply
    Magda
    26/03/2017 at 17:12

    Carol!
    So do not fear, for I am with you;
    Do not be afraid, for I am your God.
    I will strengthen you and help you;
    I’ll hold you.
    With my right hand victorious.
    Isaiah 41:10

  • Reply
    Magda
    26/03/2017 at 17:16

    So do not fear, for I am with you;
    Do not be afraid, for I am your God.
    I will strengthen you and help you;
    I’ll hold you.
    With my right hand victorious.
    Isaiah 41:10

  • Reply
    Vanessa
    28/03/2017 at 09:15

    Chorei só de pensar na angústia que vc sentiu!
    O importante é que ele está bem e esses momentos servem para nos lembrar o quanto amamos quem está do nosso lado e nossa vida e nem sempre agimos dessa forma, né?!
    Bjs!

  • Reply
    Stephanie
    16/04/2017 at 17:07

    Nossa, que susto Carol! Graças a Deus ele está se recuperando bem. Que Deus continue abençoando a você e sua família. Beijos!

  • Leave a Reply